OFICIAL DA ATIVA DAS FORÇAS ARMADAS CANDIDATO A DEPUTADO DISTRITAL - ELEIÇÕES 2014

Estamos vivenciando um fenômeno nas Forças Armadas do Brasil. Nessas eleições, a exemplo do que vem ocorrendo em eleições anteriores, em quase todas as unidades da federação, militares das Forças Armadas têm se colocado a disposição dos partidos políticos e logrado concorrer a pleitos nas esferas locais e nacionais. Aqui no Distrito Federal, o cenário não é diferente. Uma das Unidades da Federação que mais apresenta candidatos aos pleitos locais, aproximadamente dez militares das Forças Armadas estão concorrendo. Nesse contexto, chamou-me a atenção o Major Arnoldo, candidato pelo DEM. Ao analisar o seu perfil pessoal nota-se o caráter conservador na sua vida pessoal, o bom nível de formação intelectual e a ampla experiência na vida militar, atuando em prol do nosso país.

O Major Arnoldo é oficial de carreira da Força Aérea Brasileira (FAB), em serviço ativo, com 26 anos de experiência. Tem 43 anos é casado e pai de dois filhos, um de 18 e outro de 11 anos de idade. Durante os 26 anos de carreira fez dois cursos de formação militar e um de pós-formação, além de um bacharelado e três pós-graduações: Curso de Formação de Sargentos Especialistas da Aeronáutica (CFS), Curso de Formação de Oficiais Especialistas (CFOE), Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAP), um Bacharelado em Ciências Contábeis (UFPE), uma pós-graduação em geoprocessamento (UNB), uma pós-graduação em Relações Internacionais com ênfase em Comércio Exterior (UNICEUB) e uma pós-graduação em Gestão Pública (UFF).
Esse militar da ativa apresenta projetos que visam resolver dificuldades enfrentadas pela sociedade e pela família militar que vive no DF, em função das características próprias da região, tais como: alta incidência de violência entre jovens e adolescentes, ineficácia das políticas educacionais, alto custo das escolas privadas, preços elevados de imóveis, itinerância do militar que dificulta a formação das esposas e a respectiva projeção no mercado de trabalho.

Percebe-se o foco na educação e ocupação dos jovens e adolescentes como solução definitiva para a redução do envolvimento dos nossos jovens com a criminalidade. Para este candidato educar não se resume a escolarização acadêmica, mas envolve também estimular o aluno a permanecer no ambiente escolar e desenvolver habilidades artísticas, físicas e esportivas que auxiliem na formação pessoal e na identificação de vocações profissionais.

O candidato, residindo ha mais de quinze anos em Brasília, tem uma percepção bem ampla das necessidades da família militar local, e tem projetos voltados para a questão da habitação, inserção de militares da reserva no mercado de trabalho, creches para a família militar etc. Suas propostas e atuação podem ser conferidas em: http://majorarnoldo.blogspot.com.br/e https://www.facebook.com/majorarnoldo .

O Major Arnoldo, na condição de oficial, teve toda a sua carreira cumprida em órgãos de grande comando: no Ministério da Defesa (MD), no Comando Geral de Operações Aéreas (COMGAR) e no Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA). Foram 15 anos ao todo, cumpridos aqui em Brasília, já que esses órgãos de grande comando estão sediados na Capital Federal.

Além coordenar o Curso de Formação de Oficiais Especialistas por quatro anos e lecionar no referido curso por quase dez anos, nesse período, 15 anos de serviço, em Brasília, na condição de oficial da FAB, participou de importantes missões nacionais e multinacionais, representado o Brasil, o Ministério da Defesa e a Força Aérea Brasileira, as quais, em parte, estão descritas no final deste texto.

Talvez a política brasileira esteja efetivamente mudando a sua cara. Vamos acreditar nisso. Precisamos e devemos acreditar nessa possibilidade.

1. Secretário Executivo da Comissão de Cartografia Militar – COMCARMIL, Brasília, 2002/2006;
2. Secretário Executivo da Comissão de Meteorologia Militar – COMETEMIL, Brasília, 2002/2006;
3. Observador Militar do Projeto Científico denominado TROCCIBRAS realizado pelo Instituto de Pesquisas Meteorológicas – IPMet da Universidade de São Paulo – UNESP e Deutsches Zentrum Für Luft-und Raumfahrt – DLR, da Alemanha, Araçatuba, 2005;
4. Representante do Ministério da Defesa junto ao Grupo de Trabalho Estação de Recebimento de Dados Orbitais – GT ERDO, do Gabinete de Segurança Institucional– GSI e Comitê Executivo da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional – CREDEN, Brasília, 2005;
5. Observador Militar do componente de aerolevantamento do Experimento envolvendo o lançamento de balões estratosféricos, realizado pela Agencia Espacial Brasileira– AEB e o Centro Nacional de Estudos Espaciais – CNES da França, Timom, 2005;
6. Observador Militar do componente de aerolevantamento do Experimento envolvendo o lançamento de balões estratosféricos, realizado pela Agencia Espacial Brasileira– AEB e o Centro Nacional de Estudos Espaciais – CNES da França, Timom, 2004;
7. Representante do Ministério da Defesa junto à equipe do Ajuste Complementar entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América, para elaborar o Acordo de Cooperação Técnica e Científica entre o Brasil e os Estados Unidos da América, na área de pesquisa cientifica ambiental no Experimento de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia –LBA, Brasília, 2003;
8. Suplente do Representante do Ministério da Defesa Junto a Comissão Nacional de Cartografia – CONCAR, Brasília, 2000/2002.

Assine Nossa Newsletter

E Receba nossas novidades em seu email

SCLN 302 - Bloco B - Sala 101
Cep: 70.723-520
Brasília-DF
Brasil

Telefone: (61) 3327-3409